Doce Vampiro
BEM VINDO!!!!

Registre-se, ou faça seu login, e divirta-se conosco!!!
Doce Vampiro

Quando o leão se apaixona pelo cordeiro...
 
InícioInício  GaleriaGaleria  Registrar-seRegistrar-se  LoginLogin  
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Últimos assuntos
» Rising Sun(Sol Nascente) A história de Renesmee
Sab 24 Maio 2014, 21:15 por janaisantos

» NightFall Continuação da Fic Rising Son (Sol nascente) A história de Renesmee
Sab 24 Maio 2014, 20:23 por janaisantos

» Cullen Favorito (fora o Ed)
Seg 20 Maio 2013, 02:10 por Claudia Coleridge

» Se você pudesse viver para sempre, pelo que valeria a pena morrer ?
Sex 26 Abr 2013, 07:51 por saracullen

» New Night .... trilhando novos caminhos
Sex 26 Abr 2013, 07:29 por saracullen

» Nova por aqui!
Ter 19 Mar 2013, 21:42 por Vitoria Lazar

» Recém Chegada
Ter 19 Mar 2013, 21:38 por Vitoria Lazar

» Parede de sangue
Ter 08 Jan 2013, 08:44 por Marina cullen

» O Vampiro que descobriu o Brasil
Qua 21 Nov 2012, 18:32 por Ivinny Viana Barbosa

» Vampirismo
Ter 20 Nov 2012, 19:18 por Gaby D. Black

» O que você faria...?
Ter 20 Nov 2012, 18:54 por Gaby D. Black

» [Fic] Sol da meia-noite
Qui 15 Nov 2012, 09:34 por Gaby D. Black

» Qual foi sua cena preferida em Amanhecer ??
Qui 05 Jul 2012, 14:09 por G@by Swan

» Primeiras imagens de Amanhecer - Parte 2
Qui 05 Jul 2012, 13:45 por G@by Swan

» The Emotionless Shadow | Tudo Tem Um Preço
Dom 27 Maio 2012, 18:00 por gisamachado

» FANFIC - Jacob e Nessie - Sol do Meio Dia
Dom 27 Maio 2012, 15:48 por Tânia

» Solstice, the sequence of Blizzard | Por mais escura que tenha sido á noite, o sol sempre vem pela manhã.
Dom 27 Maio 2012, 14:46 por Yasmim L

» As mudanças do cabelo de Edward
Qua 23 Maio 2012, 22:09 por celina62

» O que você mudaria no Rob?
Sab 14 Abr 2012, 20:48 por Marina cullen

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Fórum Irmão

Compartilhe | 
 

 [FIC] A morte de minha melhor amiga

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Sandy Meirelles
Ouvindo as lendas Quileute
Ouvindo as lendas Quileute


Idade : 44
Número de Mensagens : 53
Data de inscrição : 29/07/2009
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: [FIC] A morte de minha melhor amiga   Qua 23 Dez 2009, 23:35

Minha primeira Twiligth....

Autora: Alessandra - Sandy Meirelles
Shipper: Edward/Bella
POV: Bella
Spoiler: Eclipse/Breaking Dawn
Censura: G – Fanfic Livre
Resumo: Como a chevy jurrásica de Bella deu sua última acelerada neste
mundo? E como um cartão, sem limite de crédito, foi parar nas mãos de Bella Swan? -
One-shot.



A claridade entrando de forma oblíqua, pela janela de meu quarto, informava que mais um dia estava se iniciando em Forks. E, pela claridade parca, seria um dia bem normal: chuvoso e nublado.

Eu estava naquele estado de meio torpor; o limiar entre o sono e o despertar. Como sempre, a primeira coisa que consegui focar com precisão, após sair do estado de semiconsciência, foram os olhos dourados de Edward.

– Bom dia, Amor. Dormiu bem?

Mesmo sonada, eu não poderia deixar de sorrir.

Toda manhã acontecia da mesma maneira, e, em todas as vezes, eu precisava me convencer de que realmente estava acordada.

Ter Edward ali, olhando para mim daquela maneira que toda mulher merece ser olhada por um homem, fazia eu me lembrar do porque eu nunca tive sorte em jogos, rifas e afins. É porque eu tive muita, mas muita sorte no amor.

– Como sempre quando você está aqui! – respondi sincera e simplesmente.

E ele sorriu... Aquele sorriso meio enviesado que fazia meu coração falhar uma batida. E fazia-me esquecer como controlar minhas funções vitais.

– Por Deus, respire Bella! – os braços de gelo fundido me ampararam antes de eu bambolear na cama. – Você ter essas crises de anoxia, todas as manhã, não é natural. Talvez fosse melhor eu não estar mais aqui quando você acordar.

– Não seja ridículo, Edward. De mais a mais, considere isso como um treino. Logo eu não vou mais respirar mesmo – dei de ombros.

E, como sempre acontecia quando eu tocava nesse assunto, ele enrijeceu, totalmente resignado pela minha decisão. Meu coração não só iria falhar uma batida, como, em menos de três semanas, pararia totalmente.

Não querendo dar início às conhecidas lamentações de inconformismo, pulei da cama, peguei a roupa separada no dia anterior da guarda da cadeira, e me dirigi ao banheiro para meu tempo como humana.

Eu retornei ao quarto em pouco mais de um quarto de hora. Não só seu humor já estava totalmente refeito, como seus olhos já estavam enegrecendo: era o sinal que ele estivera longe de mim por mais tempo do que poderia suportar.

Existia algo entre nós dois que nunca seria explicado: havia uma dependência mútua. Era física! Chegava a doer no corpo quando estamos longe um do outro. O buraco cicatrizado no meu peito sempre seria a prova de que a saudade é sentida, fisicamente, no corpo!

O sorriso cativante de Edward me aqueceu novamente.

– Pronta, amor?

Eu gemi. Hoje, nós e Alice iríamos à Seattle fazer a última prova do traje de Edward para o casamento.

Meu casamento! Gemi novamente, mais alto agora...

Mas... Trato é trato. Eu estava, resignadamente, cumprindo minha parte... Exigiria a parte dele no “momento adequado” - sorri com o pensamento.

– Você faz de propósito, não é? – senti seu frio hálito em minha orelha direita – É só prazer em me enlouquecer ou há algo mais diabólico por trás desse silêncio? O que você está pensado?

– Nada demais – dei de ombros – se resume, basicamente, no quanto eu te amo.

– E, de novo, a velha edição... Você deveria estudar jornalismo, sabe? É completamente irritante a forma como você edita. Você corta as partes mais interessantes...

Mostrei a língua e me dirigi à escada.

– Seja um bom menino, desça e toque a campainha.

Era o nosso “teatro”. Charlie não ficaria feliz em saber que Edward dormia todas as noites em casa.

– Serei um bom noivo, buscando sua noiva, para ver as coisas do nosso casamento - e sorriu radiante.

Estreitei os olhos.

– A vingança é algo muito feio, sabe?

– Cada um usa as armas que tem - agora foi a vez dele dar os ombros, enquanto saía, em velocidade vampírica, pela janela do quarto.

Após toda a encenação para Charlie, nos dirigíamos a minha caminhonete para buscarmos Alice na casa dos Cullen.

– Você vai me deixar dirigir?

- Tudo que minha linda noiva quiser...

– Eu te conheço... O que você está aprontado?

– Você é incrível! Já imaginou que eu simplesmente quero te agradar? – e bufou.

Bufou? Como assim bufou? Nesse mato tem morcego... Edward nunca bufou...

Eu dei na partida da minha chevy e uma explosão tremendamente barulhenta ocorreu. Levou uns trinta segundos para eu entender e visualizar que o motor da minha caminhonete praticamente desmontou-se.

Edward voou para frente da picape, junto com Charlie (que saiu correndo de casa, arma em riste, achando que uma bomba tinha sido detonada no quintal).

Absurdo.

A única bomba existente em Forks era a de chocolate, vendida na padaria dos Smith’s. E nem era muito boa.

Eles começaram a conversar e eu me abstive totalmente daquele papo de arruelas, radiador, pistão e que tais. Nunca precisei apertar uma porca, afinal eu tenho – tinha – meu mecânico particular. Afastei o pensamento de Jacob, balançando a cabeça de um lado para o outro, como quem afugenta uma mosca incômoda.

– É isso, amor. Pode ir vestir preto. Aqui jaz sua chevy...

– Não...

– Pense bem, Bella! A gente deve aceitar o passamento dos entes queridos. Ela foi uma cidadã nobre, que honrou suas obrigações neste mundo, por mais de meio século! Hora do merecido descanso. Além disso, a morte não é de todo ruim, certo? Tem gente que procura por ela – e arqueou a sobrancelha direita.

Mas eu conhecia aquele olhar... Tem vampiro nessa tuba!

– Pai? – saiu mais como um gemido.

– Não entendo muito, Bells. Mas pelo pouco que sei, não há mais nenhum sinal vital. Ela está morta.

– Os dois homens da sua vida atestando o óbito... - Charlie estremeceu - Precisa de mais? Hum, Emmett talvez?

Fechei meus olhos e suspirei.

Eu realmente senti muito a partida da minha chevy. Havia muita história vivida com ela. E todas envolviam Jake e Edward.



Após algumas horas de “luto”, Edward me lembrou da conversa que tivemos há uma semana. E eu fui obrigada, com um bico que mais parecia uma tromba, a aceitar o carro que ele havia comprado para mim.

– Nada de mais – ele prometeu.

Mas eu deveria saber.

Edward Anthony Masen Cullen... Isso é uma merc...

– Mercedes. Guardian. Não adianta falar meu nome inteiro. Isso só funciona com Esme. Talvez funcione com a Alice também...

– M-m-as isso...

– Não é nada mais do que você merece e precisa. E é só o carro do “antes”. Espere até ver o do “depois” – e deu um sorriso absurdamente lindo.

Suspirei fundo.

– Encare isso também como um treino, amor. Além do mais, é só um empréstimo. Vou devolver esse carro assim que a eternidade bater a sua porta – e deu uma piscadela jocosa. – Ahh, quase me esqueci... Tome, é seu!

– O que é isso, Edward? – disse olhando horrorizada para o pequeno pedaço de plástico em minha mão.

– Oras, você não reconhece um cartão de crédito?

E-X-P-L-I-Q-U-E-se...

– Você precisa abastecer o carro... E, também, agilizar algumas coisas para o casamento... Seja prática, Bella.

Eu estava olhando para o cartão como se, de alguma forma, ele fosse me morder... “Isabella Marie Swan”, em letras douradas reluzentes gravadas na parte frontal do plástico, tornaram meu nome assustador.

- Mas...

– Considere um treino também! Não é você que gosta de me lembrar sobre falta de ar, de batimentos cardíacos? Então, querida, nesse jogo jogam dois! Lembre-se... O que é meu, é seu, futura senhora Cullen. Por toda a eternidade.

E ele sorriu – não o meu sorriso torto maravilhoso – e sim um sorriso de pura vingança – ok, confesso, ainda assim era um sorriso absurdamente maravilhoso.

Fechei os olhos por um minuto, tentando imaginar se, quando eu os abrissem, minha velha chevy e meu parco fundo universitário ainda fossem a minha realidade.

Eu realmente precisaria da eternidade para exercitar a paciência quando se tratava da teimosia – e exagero protecionista e consumista – do meu futuro “marido”.




N/A: Espero que gostem! Só um momento gostoso, que saiu numa noite, do nada...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nika
Na cafeteria, admirando os Cullen
Na cafeteria, admirando os Cullen


Idade : 26
Número de Mensagens : 16
Data de inscrição : 07/03/2010
Localização : fortaleza

MensagemAssunto: Re: [FIC] A morte de minha melhor amiga   Qui 15 Abr 2010, 20:02

gostei muito deveria continuar a escrever"!
Voltar ao Topo Ir em baixo
@Stteffs
Conhecendo os Volturi
Conhecendo os Volturi


Idade : 20
Número de Mensagens : 286
Data de inscrição : 28/02/2010
Localização : Sumaré - São Paulo

MensagemAssunto: Re: [FIC] A morte de minha melhor amiga   Qui 15 Abr 2010, 21:26

Tipo muito show eu simplesmante amei e concordo co a Nika vc deveria continuar a escrever.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://neverfall-in-love.tumblr.com/
M@ry
Chegando a Forks
Chegando a Forks


Idade : 34
Número de Mensagens : 3
Data de inscrição : 22/03/2010
Localização : Paraná

MensagemAssunto: Re: [FIC] A morte de minha melhor amiga   Sex 16 Abr 2010, 11:40

Também gostei muito ........ e acho que deve continuar a escrever.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Esme
Na cafeteria, admirando os Cullen
Na cafeteria, admirando os Cullen


Idade : 44
Número de Mensagens : 28
Data de inscrição : 22/03/2010
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: [FIC] A morte de minha melhor amiga   Sex 16 Abr 2010, 12:10

Muito show, adoreiiiiiiiiiii!!!! Vai ter continuação???? Espero que sim! Perfeito!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nika
Na cafeteria, admirando os Cullen
Na cafeteria, admirando os Cullen


Idade : 26
Número de Mensagens : 16
Data de inscrição : 07/03/2010
Localização : fortaleza

MensagemAssunto: Re: [FIC] A morte de minha melhor amiga   Sex 16 Abr 2010, 18:04

APOIADISSIMOOOOOOO!
concordo deveria ter continuaçoessss deveria tentar nao vai faltar alguem que leia
rsrsrs
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gabyy PaTTz team suiçaa
Caçando James
Caçando James


Idade : 20
Número de Mensagens : 130
Data de inscrição : 07/02/2010
Localização : goiania

MensagemAssunto: Re: [FIC] A morte de minha melhor amiga   Qui 22 Abr 2010, 19:45

num vai msm e muito bom ...CONTINUA !!PLEASEEE
Voltar ao Topo Ir em baixo
M@ry
Chegando a Forks
Chegando a Forks


Idade : 34
Número de Mensagens : 3
Data de inscrição : 22/03/2010
Localização : Paraná

MensagemAssunto: Re: [FIC] A morte de minha melhor amiga   Qui 22 Abr 2010, 20:53

Estou louca para ler o próximo capítulo!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
NaataliaSouZa
Chegando a Forks
Chegando a Forks


Idade : 25
Número de Mensagens : 8
Data de inscrição : 19/04/2010
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: [FIC] A morte de minha melhor amiga   Sab 24 Abr 2010, 01:53

Sandy Meirelles !! atenção!! :

-Continue a escrever? *-*


=*

Espero por mais eim!! =]
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=6255065663261294551
Gabyy PaTTz team suiçaa
Caçando James
Caçando James


Idade : 20
Número de Mensagens : 130
Data de inscrição : 07/02/2010
Localização : goiania

MensagemAssunto: Re: [FIC] A morte de minha melhor amiga   Qua 28 Abr 2010, 20:05

muuuito bom parabensss
Voltar ao Topo Ir em baixo
M@ry
Chegando a Forks
Chegando a Forks


Idade : 34
Número de Mensagens : 3
Data de inscrição : 22/03/2010
Localização : Paraná

MensagemAssunto: Re: [FIC] A morte de minha melhor amiga   Dom 02 Maio 2010, 21:58

Quando vamos ter o próximo capítulo?????
Voltar ao Topo Ir em baixo
dezah
Chegando a Forks
Chegando a Forks


Idade : 26
Número de Mensagens : 1
Data de inscrição : 03/05/2010
Localização : Forks

MensagemAssunto: Re: [FIC] A morte de minha melhor amiga   Sex 07 Maio 2010, 13:26

muito bom vai ter continuação????
Please....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mary Alice Cullen
Ouvindo as lendas Quileute
Ouvindo as lendas Quileute


Idade : 19
Número de Mensagens : 48
Data de inscrição : 27/02/2010
Localização : rs

MensagemAssunto: Re: [FIC] A morte de minha melhor amiga   Qui 05 Ago 2010, 20:05

Vai ter continuçao?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mary Alice Cullen
Ouvindo as lendas Quileute
Ouvindo as lendas Quileute


Idade : 19
Número de Mensagens : 48
Data de inscrição : 27/02/2010
Localização : rs

MensagemAssunto: Re: [FIC] A morte de minha melhor amiga   Qui 05 Ago 2010, 20:12

Vai ter continuçao?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bells Swan
Ouvindo as lendas Quileute
Ouvindo as lendas Quileute


Idade : 22
Número de Mensagens : 47
Data de inscrição : 03/06/2010
Localização : Para sempre com Jacob

MensagemAssunto: Re: [FIC] A morte de minha melhor amiga   Qui 23 Set 2010, 18:17

Ownt que Lindinhuu ameii ! >}
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [FIC] A morte de minha melhor amiga   Hoje à(s) 09:15

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[FIC] A morte de minha melhor amiga
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Teste para filhos de Hades
» Treino 3 - A neblina, a minha melhor amiga
» Oração para afastar rival pra sempre
» la isla de la muerte ´´A ilha da morte`` (Crônica Livre)
» Mostrando o meu melhor

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Doce Vampiro :: FORKS NEWS :: FanFics-
Ir para: