Doce Vampiro
BEM VINDO!!!!

Registre-se, ou faça seu login, e divirta-se conosco!!!
Doce Vampiro

Quando o leão se apaixona pelo cordeiro...
 
InícioInício  GaleriaGaleria  Registrar-seRegistrar-se  LoginLogin  
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Últimos assuntos
» Rising Sun(Sol Nascente) A história de Renesmee
Sab 24 Maio 2014, 21:15 por janaisantos

» NightFall Continuação da Fic Rising Son (Sol nascente) A história de Renesmee
Sab 24 Maio 2014, 20:23 por janaisantos

» Cullen Favorito (fora o Ed)
Seg 20 Maio 2013, 02:10 por Claudia Coleridge

» Se você pudesse viver para sempre, pelo que valeria a pena morrer ?
Sex 26 Abr 2013, 07:51 por saracullen

» New Night .... trilhando novos caminhos
Sex 26 Abr 2013, 07:29 por saracullen

» Nova por aqui!
Ter 19 Mar 2013, 21:42 por Vitoria Lazar

» Recém Chegada
Ter 19 Mar 2013, 21:38 por Vitoria Lazar

» Parede de sangue
Ter 08 Jan 2013, 08:44 por Marina cullen

» O Vampiro que descobriu o Brasil
Qua 21 Nov 2012, 18:32 por Ivinny Viana Barbosa

» Vampirismo
Ter 20 Nov 2012, 19:18 por Gaby D. Black

» O que você faria...?
Ter 20 Nov 2012, 18:54 por Gaby D. Black

» [Fic] Sol da meia-noite
Qui 15 Nov 2012, 09:34 por Gaby D. Black

» Qual foi sua cena preferida em Amanhecer ??
Qui 05 Jul 2012, 14:09 por G@by Swan

» Primeiras imagens de Amanhecer - Parte 2
Qui 05 Jul 2012, 13:45 por G@by Swan

» The Emotionless Shadow | Tudo Tem Um Preço
Dom 27 Maio 2012, 18:00 por gisamachado

» FANFIC - Jacob e Nessie - Sol do Meio Dia
Dom 27 Maio 2012, 15:48 por Tânia

» Solstice, the sequence of Blizzard | Por mais escura que tenha sido á noite, o sol sempre vem pela manhã.
Dom 27 Maio 2012, 14:46 por Yasmim L

» As mudanças do cabelo de Edward
Qua 23 Maio 2012, 22:09 por celina62

» O que você mudaria no Rob?
Sab 14 Abr 2012, 20:48 por Marina cullen

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Fórum Irmão

Compartilhe | 
 

 Humano, esse mito esquecido.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Belzinha
Acampando
Acampando


Idade : 35
Número de Mensagens : 408
Data de inscrição : 18/07/2008

MensagemAssunto: Humano, esse mito esquecido.   Ter 22 Jul 2008, 22:14

Humano, esse mito esquecido.
Como diria Fernando Pessoa: “Adoramos a perfeição, porque não a podemos ter; repugná-la-íamos, se a tivéssemos. O perfeito é desumano, porque o humano é imperfeito”.



Não importa quantos livros de ficção e fantasia você leu, quantos filmes do mesmo tipo você viu. Também não importa que desde a infância escute histórias sobrenaturais, contos sussurrados de seus avós ao pé do fogo nas noites de inverno.

Lobisomens. Vampiros. Bruxos. Fantasmas.

Pode ter sido até o Homem-do-Saco, que pegava as criancinhas malcriadas e desobedientes e as levava embora.

Tanto faz. Não faz diferença porque todas essas figuras fantásticas, superpoderosas e inalcançáveis são só a sombra de uma outra. Fantoches. São o pretexto para se discutir um outro mito – “O” mito por excelência.

O Ser Humano.

Costumo brincar com meus amigos que toda obra de ficção científica ou fantasia tem “aquele” famoso momento. Aquele em que algum elfo ou alienígena falará mal da Humanidade, de como os humanos não são confiáveis, como são cruéis, confusos e medrosos. Eu o apelidei de “Momento a Humanidade Fede”.

Os personagens sobrenaturais têm um papel específico em seu “ambiente impossível”, que os demais – os que você poderia encontrar na “vida real” – não conseguem alcançar: traduzir em sua própria existência, um drama, uma indagação sobre o ser humano em si e o que ele faria se uma das condições que se considera inalteráveis vier a desaparecer.

Em outras palavras, o personagem sobrenatural nos faz questionar sobre a natureza das coisas de uma forma mais sutil, porém mais profunda.

E aqui sou obrigada a tomar emprestada a idéia de H.G. Wells: “E SE...”. Palavrinhas malvadas, mas abençoadas. Inquietantes. Elas perturbam o ser humano, fazendo-o se revirar à noite, seja de preocupação ou de deleite.

Reclamamos de nossas fraquezas. Bendizemos o Amor e maldizemos quando este nos falta. Queríamos nos diferenciar dos outros, ser diferentes. E ter tempo para fazer as coisas diferentes. Queríamos poder. Gostaríamos de ser eternos.

“E SE...”

A imortalidade existisse? E se seu verdadeiro amor fosse imortal? Você tem uma chance de ficar com ele para sempre – morrendo para essa vida, deixando tudo para trás – o quê você faz agora?

Amor e Eternidade. Eternidade e Amor. Amor através da Eternidade? Ou a Eternidade pelo Amor?

Você ainda é humano se for imortal? Se não envelhecer? Ainda seria humano ainda que não dispusesse de um corpo humano? Isso seria só se não tivesse um corpo humano permanentemente ou de vez em quando? A fragilidade é inerente à raça humana? Se você for praticamente invulnerável, ainda é humano?

São questões profundas, trágicas, definitivas. São interessantes, prendem nossa atenção.

É assim que chegamos à mitos como os vampiros e os lobisomens. Mais do que explicações místicas para fatos que ainda não tinham explicação, ou aterrorizar os mais sensíveis, eles são o instrumento pelo qual nossa mente transcende as possibilidades de nossa existência cotidiana.

Os outros personagens em Twilight – os “meramente” humanos – passam ao largo da história, quase como sombras cuja grandeza depende diretamente de sua proximidade e intimidade com os não-humanos.

É como se eles estivessem em outra dimensão.

Nas palavras da própria autora:

“(...)Eu não sou anti-feminista, eu sou anti-humana. Eu escrevi essa história pelo ponto de vista de uma garota humana porque isso veio mais naturalmente, como vocês podem imaginar. Mas se o narrador fosse um garoto humano, isso não teria modificado os eventos. Quando um humano está sendo completamente cercado de criaturas com força, velocidade, sentidos sobrenaturais e vários outros poderes não-identificados, ele ou ela não vai conseguir se virar sozinho. Lamento. É assim que as coisas são. Nem todos nós podemos ser matadores.(...)”. (História por Trás de New Moon).

É isso aí. A autora não quer que os humanos tenham vez aqui. Ela quer é seres impossíveis (ainda que humanizados – muito humanizados) para descrever uma humana em específico – Bella – no meio dessas forças sobrenaturais, e amando um ser assim.

Ninguém se interessa em como Mike se sente rejeitado por Bella. Vistos pelos olhos da protagonista Jeniffer é meramente a garota fútil e um tanto egoísta. Laureen é intragável, ninguém sabe o motivo. Ângela é doce e segundo Edward (Midnight Sun), tem “pensamentos anormalmente gentis” – mas ela simplesmente está lá, ninguém se pergunta a causa da formação de uma mente tão gentil.

Eles são nós mesmos. Têm preocupações e aspirações parecidas com as que nos temos, tivemos ou que algum dia nós iremos ter. Mike quer chamar a atenção da garota pela qual está interessado, Jeniffer quer ser popular e ir para a faculdade e Ângela só quer viver sua vida em paz.

Tão pequeno, tão simples, tão... Humano.

Mas vejam bem: eles não se depararam, como Bella, com seres sobrenaturais. Não foram forçados a pensar em nada além dos pequenos problemas de seu dia-a-dia. Isso não quer dizer que não tenham nada a dizer sobre isso. Só, não tiveram a chance.

Mike, Ângela, Jeniffer, Charlie representam a todos nós. Até em uma coisa que nós, os humanos, fazemos muito bem: esquecer de nós mesmos.

Vivemos correndo de um lado para o outro, tentando fazer as coisas fazerem sentido e acabamos por desperdiçar um tempo que não temos. Criamos mil e uma metas, emitimos mil opiniões sobre pequenos e grandes assuntos.

E o tempo todo estamos tentando esquecer que cada dia que vivemos é um dia a menos para o passo inevitável de nossa Morte.

É irônico, porque, os personagens não-humanos (quando não estão entretidos com as confusões do Amor) pensam o tempo todo em sua Imortalidade – e em como é difícil suportá-la. Já os humanos, únicos em que têm na Morte uma certeza, não dirigem um único pensamento a ela, se assim o puderem evitar.

Mas, afinal, o que é ser Humano?

É ser mortal? É envelhecer? Ter medo? É ser bom, sincero, justo, caridoso? É ser fraco? Amar? Odiar? Basta estar em um corpo humano e dele não se desfazer?

Tudo isso junto?

Os mitos não são apenas a visão do impossível, mas a compreensão do realizável dentro de nós. São o espelho pelo qual nos lembramos de nossa própria Humanidade esquecida.

Nas palavras de Clarice Lispector: “E o que o ser humano mais aspira é tornar-se humano”.


Última edição por Belzinha em Sab 02 Ago 2008, 22:24, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Darla
Conhecendo a história de Jasper
Conhecendo a história de Jasper


Idade : 35
Número de Mensagens : 374
Data de inscrição : 20/07/2008
Localização : À Procura de meu Edward

MensagemAssunto: Re: Humano, esse mito esquecido.   Ter 22 Jul 2008, 22:18

Genial Belzinha!!! Depois que eu assimilar tudo eu volto e dialogo melhor. Wink

_________________




DARLA VON KÖRPER
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://darlavonkorper.multiply.com/
Clara Isbela Black
Caçado por Victória
Caçado por Victória


Idade : 30
Número de Mensagens : 252
Data de inscrição : 20/07/2008
Localização : Correndo junto com um lobo pelas florestas de La Push

MensagemAssunto: Re: Humano, esse mito esquecido.   Ter 22 Jul 2008, 22:38

Nossa cheguei a me arrepiar...

Adorei Belzinha... Fantastico!!!!!

_________________



Voltar ao Topo Ir em baixo
Sally Owens
Admin
Admin


Número de Mensagens : 665
Data de inscrição : 19/07/2008
Localização : Sentada, na frente do PC, gestando.

MensagemAssunto: Re: Humano, esse mito esquecido.   Ter 22 Jul 2008, 22:59

Fantástico, Bel!

Vc sabe que eu adoro as suas reflexões, não é?

Só vou reler isso com menos sono, rsrs

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.sallyowens.multiply.com
Livinha
Manda Chuva
Manda Chuva


Idade : 31
Número de Mensagens : 929
Data de inscrição : 20/07/2008
Localização : Treinando luta com os lobisomens

MensagemAssunto: Re: Humano, esse mito esquecido.   Qua 23 Jul 2008, 16:55

Gostei muito, Bel!!

Realmente essas coisas "sobrenaturais", sobrehumanas, nos faz refletir sempre!

Clarice estava coberta de razão. Nós só queremos ser humanos, e dentro de nossas concepções e das que vamos aprendendo e aceitando no decorrer da vida.

E levando em consideração os temas abordados em Twilight, acho que a melhor parte em ser humano, é que nós conseguimos viver nossas emoções intensamente (embora de vez em quando seja tentador deixá-las de lado), afinal, mesmo que alguns não queiram pensar muito, sabemos que, mais cedo ou mais tarde, nossa humanidade acaba e vai parar a sete palmos abaixo da terra. Ou seja: não precisamos pensar "ah, depois faço isso de novo", pois você não pode conseguir reviver aquela situação e, mesmo se conseguisse, as emoções não seriam as mesmas. E isso é o que o Ed não cansa de falar pra Bella.

Resumindo em meu ponto de vista a partir da sua reflexão..rs.. ser humano nada mais é que viver a humanindade. E, cá entre nós, da melhor maneira possivel!

_________________


Mio cantante...
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://livinha1.multiply.com
Bruna W. Cullen
Voltando para casa
Voltando para casa


Idade : 35
Número de Mensagens : 304
Data de inscrição : 18/07/2008
Localização : Pela eternidade com Edward....

MensagemAssunto: Re: Humano, esse mito esquecido.   Qua 23 Jul 2008, 19:13

Belzinha, aplaudo de pé sua reflexão... A sua tb Liv....

Adorei!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://brunaweasley.multiply.com/
Belzinha
Acampando
Acampando


Idade : 35
Número de Mensagens : 408
Data de inscrição : 18/07/2008

MensagemAssunto: Re: Humano, esse mito esquecido.   Qua 23 Jul 2008, 20:02

Sabe o que o seu comentário me lembrou, Liv? De uma cena do filme "Tróia", quando Aquiles diz à Brimeis o que sabe sobre os deuses: que eles sentem inveja de nós, mortais, porque cada instante para nós é o único.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sô Prates
Admin
Admin


Idade : 54
Número de Mensagens : 559
Data de inscrição : 19/07/2008
Localização : Com o coração em Sta. Maria.

MensagemAssunto: Re: Humano, esse mito esquecido.   Sab 16 Ago 2008, 12:57

Puxa Bel, só vi a sua reflexão agora... Rolling Eyes

Adorei!!! Gostei muito mesmo!!! Agora falta ler novamente... Wink

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://soprates.multiply.com
Naty Stackhouse
Apreciando noites perfumadas na ilha
Apreciando noites perfumadas na ilha


Idade : 23
Número de Mensagens : 759
Data de inscrição : 20/07/2008
Localização : Organizandoi o fórum de seriados!

MensagemAssunto: Re: Humano, esse mito esquecido.   Sab 16 Ago 2008, 13:05

Soh li agora tbm. Embarassed

Mas gostei bastante, muito bem feito.


Legal Bel.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://pichitinha.bloggeiros.net
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Humano, esse mito esquecido.   Qui 11 Set 2008, 17:06

Gostei muito de todas as reflexões. Estou gostando desse tópico tudo muito filosófico.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Clayton Volturi
Saltando do penhasco
Saltando do penhasco


Idade : 24
Número de Mensagens : 262
Data de inscrição : 25/09/2008
Localização : Trying to hide me from myself...

MensagemAssunto: Re: Humano, esse mito esquecido.   Seg 29 Set 2008, 20:10

Belzinha escreveu:
"Você ainda é humano se for imortal? Se não envelhecer? Ainda seria humano ainda que não dispusesse de um corpo humano? Isso seria só se não tivesse um corpo humano permanentemente ou de vez em quando? A fragilidade é inerente à raça humana? Se você for praticamente invulnerável, ainda é humano?"

Como você mesma escreveu, Belzinha, "O perfeito é desumano, porque o humano é imperfeito”. Então, acho que essa frase por si só responde às suas perguntas que eu citei acima.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://docevampiro.forumeiros.com
GreyGirl
Conhecendo Edward
Conhecendo Edward


Idade : 22
Número de Mensagens : 38
Data de inscrição : 02/01/2009
Localização : Num bsque a sonhar com um vampiro como o Edward..

MensagemAssunto: Re: Humano, esse mito esquecido.   Sab 03 Jan 2009, 17:18


Meu deus.. ate senti um calafrio..

Nunca li nada tao completo e tao certo sobre o ser humano como este texto!


=D
Voltar ao Topo Ir em baixo
TataDeBH
Testemunhando o acordo de Edward e Jacob
Testemunhando o acordo de Edward e Jacob


Idade : 26
Número de Mensagens : 1100
Data de inscrição : 19/01/2009
Localização : BH-MG

MensagemAssunto: Re: Humano, esse mito esquecido.   Seg 09 Fev 2009, 10:08

Lindo!
Adorei a reflexão e os comentários!

Fizeram com que eu me lembrasse de dois poemas meus antigos, me dêem licença pra escrevê-los. Smile

------------
A vida é um teatro
O mundo é um palco
O ator é você.
E a história, cadê?
Se o filme passar, podera você pular a parte indesejada?
...
Ainda assim, a chuva cairá
Pois, fugir do inimigo é uma coisa
Mas, aprimorar seu próprio ser?

Ah!
Isso é algo que só a arte e o tempo podem fazer.


----------------

E esse sobre deixar de ser criança e se tornar um adulto (emo...kkkk)



De criança eu não entendia
Por que os adultos choravam tanto por algumas coisas
Ou tanto deixavam de chorar

Em alguns momentos, não riam
Não viviam
Só deixavam passar
Ou assistiam

Ora espectadores,
Ora agentes amargos
Gostavam de se juntar e falar
Sabiam ser felizes também
Mas a minha brincadeira era tão mais minha
Que seus casos e discussões!

Então eu larguei a boneca
E quis entrar no seu mundo
Mas a sua esperança estava tão aquém da minha!

Eles eram donos do mundo
Com seu dinheiro, trabalho e experiência
Sempre dizendo o quão pouco eu conhecia
E então eu passei a entender
Eles tinham problemas e amarguras
E histórias lindas pra contar
Mas algumas coisas eram tão simples!
E eu os via insistindo em complicar

Minha grande dúvida era
Como os adultos esqueciam o que é ser criança?
Como podiam ter um mundo só pra eles
E muitas vezes se sentiram menores que esse mundo?

Como eu, sem tanto poder,
Era tão mais senhora de mim?
Então eu entendi....
São as despedidas constantes da vida
As 24 horas constumeiras que
Não nos permitem acumular rotinas.

Não repetimos momentos.
Apenas acumulamos memórias, corações...
E canções que nem sempre podemos ouvir.

São os desígnios dessa vida em ciclos
Ciclos que começam e terminam
Dando lugar a risos e solidão

E então eu vi que,
Mais cedo ou mais tarde
Eu me tornaria um deles também.


------------------

Espero não ter rebaixado o nível do tópico, rsss
bjooss!


Última edição por tatadebh em Qui 12 Fev 2009, 15:04, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Humano, esse mito esquecido.   Seg 09 Fev 2009, 11:40

Livinha escreveu:
Gostei muito, Bel!!

Realmente essas coisas "sobrenaturais", sobrehumanas, nos faz refletir sempre!

Clarice estava coberta de razão. Nós só queremos ser humanos, e dentro de nossas concepções e das que vamos aprendendo e aceitando no decorrer da vida.

E levando em consideração os temas abordados em Twilight, acho que a melhor parte em ser humano, é que nós conseguimos viver nossas emoções intensamente (embora de vez em quando seja tentador deixá-las de lado), afinal, mesmo que alguns não queiram pensar muito, sabemos que, mais cedo ou mais tarde, nossa humanidade acaba e vai parar a sete palmos abaixo da terra. Ou seja: não precisamos pensar "ah, depois faço isso de novo", pois você não pode conseguir reviver aquela situação e, mesmo se conseguisse, as emoções não seriam as mesmas. E isso é o que o Ed não cansa de falar pra Bella.

Resumindo em meu ponto de vista a partir da sua reflexão..rs.. ser humano nada mais é que viver a humanindade. E, cá entre nós, da melhor maneira possivel!


Perfeito!

Adorei Bel !!
Voltar ao Topo Ir em baixo
bella de lincuoat
Chegando a Forks
Chegando a Forks


Idade : 22
Número de Mensagens : 7
Data de inscrição : 29/04/2009
Localização : fazendo uma visita pra Zafrina e as outras amazonas, com Renesmee

MensagemAssunto: Re: Humano, esse mito esquecido.   Dom 10 Maio 2009, 19:49

dimais, bel...!
voc mostrou muito bem o modo como nós nos sentimos, pois muitas vezes queremos ser o que nao somos, queremos viver num mundo onde noa podemos viver!!!
foi incrivel, adorei o que voc escreveu!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
gataquel
Chegando a Forks
Chegando a Forks


Idade : 20
Número de Mensagens : 2
Data de inscrição : 28/12/2009
Localização : brasil

MensagemAssunto: Re: Humano, esse mito esquecido.   Qua 30 Dez 2009, 13:36

MUitoo BOM
seu texto Bel
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Humano, esse mito esquecido.   Hoje à(s) 15:05

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Humano, esse mito esquecido.
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Muuuito estranho esse site!
» [Missão Interna] O invasor misterioso. - Dylan Thomas Sprouse.
» aLGUEM CONHECE ESSE SITE
» SITE BIDPERFEITO
» Quero Pedir a Ajuda de Vocês Vou Comprar um Netbook...(quero Jogar na Escola)hehe

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Doce Vampiro :: LUA CHEIA :: Forks High-
Ir para: